Artigo

Publicado em 1 de fevereiro de 2017 | Por:

N159, uma região HII com mais de 150 anos-luz de extensão!

Esta foto do Telescópio Espacial Hubble mostra um turbilhão de gás brilhante e poeira escura dentro de uma das galáxias satélites da Via Láctea, a Grande Nuvem de Magalhães.Esta cena tempestuosa mostra um berçário estelar conhecido como N159, uma região HII com mais de 150 anos-luz de extensão. N159 contém muitas estrelas jovens e quentes.

Estas estrelas são emissoras de luz ultravioleta intensa, que faz o gás hidrogênio nas proximidades brilhar, e de ventos estelares fortíssimos, que estão construindo sulcos, arcos e filamentos a partir do material circundante.No centro dessa nuvem cósmica está a Nebulosa Papillon, uma região da nebulosidade em forma de borboleta.

Este objeto pequeno e denso é classificado como uma bolha de alta excitação, e é provável que esteja firmemente ligado aos estágios iniciais de formação de estrelas massivas.N159 está localizado mais de 160.000 anos-luz de distância. Ele reside ao sul da Nebulosa da Tarântula (NGC 2070), outro enorme complexo de formação de estrelas dentro da Grande Nuvem de Magalhães.

Foi anteriormente fotografado pela Wide Field Planetary Camera 2 do Hubble, que também resolveu a Nebulosa Papillon pela primeira vez.

Créditos da imagem: ESA/Hubble & NASA



Nenhum Comentário - Deixar um Comentário


Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Você deve estar logado para postar um comentário.

Mais artigos

  • É DISSO QUE PRECISAMOS NO BRASIL : UM RUMO E MUITA LUZ !
  • A educação e o exemplo transformando vidas!
  • Reunião com o Dalton Pastore Jr atual Presidente da ESPM
  • Cursos superiores tradicionais podem ser extintos até 2030
  • Investimento na educação pública
  • Alysson Muotri: Telly Award 2018 com o vídeo sobre “mini-cérebros” em laboratório!
  • 8Voyager 2 da NASA entra no espaço interestelar
  • Antoniana Ursine Krettli : A Malária e a importância das mulheres na ciência!
  • A descoberta dos elementos químicos ao longo dos últimos 300 anos!
  • Retrospectiva Facebook 2018 Helio Dias
  • Mais artigos