A estrela fugitiva Zeta Ophiuchi!

Publicado em 17 de abril de 2017 | Por:

Como um barco navegando pelos mares cósmicos, a estrela fugitiva Zeta Ophiuchi produz o arco interestelar ou uma onda de choque vista nessa surpreendente paisagem infravermelha obtida pela sonda WISE. Nessa visão em cores falsas, a estrela azulada Zeta Oph, uma estrela que é aproximadamente 20 vezes mais massiva que o Sol, localiza-se próximo do centro da imagem, movendo-se em direção ao topo da foto a uma velocidade de 24 quilômetros por segundo. Seu forte vento estelar precede a estrela, comprimindo e aquecendo a poeira interestelar e dando a forma curva à onda de choque. Ao redor dela estão nuvens de material relativamente não perturbado pela ação da estrela. O que faz com que essa estrela esteja em movimento? A Zeta Oph foi provavelmente uma vez no passado um membro de um sistema binário, sua estrela companheira era mais massiva e então de vida curta. Quando a estrela companheira explodiu como uma supernova, ela perdeu massa de maneira catastrófica, esse evento lançou a Zeta Oph para fora do sistema. A uma distância de 450 anos-luz da Terra, a Zeta Oph é 65000 vezes mais luminosa que o Sol e seria uma das estrelas mais brilhantes do céu se ela não estivesse escondida no meio de uma densa nuvem empoeirada. A imagem do Wise se espalha por aproximadamente 1.5 gruas ou 12 anos-luz considerando a distância da Zeta Ophiuchi.
Fonte: http://apod.nasa.gov/apod/ap110204.html



Nenhum Comentário - Deixar um Comentário


Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Você deve estar logado para postar um comentário.

Mais artigos

  • É DISSO QUE PRECISAMOS NO BRASIL : UM RUMO E MUITA LUZ !

    A 190.000 anos-luz de distância, este supernova remanescente é o resultado de ...

  • A educação e o exemplo transformando vidas!

    UMA IMAGEM QUE DIZ MAIS QUE MIL PALAVRAS!

  • Reunião com o Dalton Pastore Jr atual Presidente da ESPM

    Visita ocorrida hoje na ESPM com nosso colega @Dalton Pastore Jr (Dalton) ...

  • Cursos superiores tradicionais podem ser extintos até 2030

    Cursos superiores tradicionais podem ser extintos até 2030

  • Investimento na educação pública

    Vejam os detalhes na Revista Pesquisa FAPESP em

  • Alysson Muotri: Telly Award 2018 com o vídeo sobre “mini-cérebros” em laboratório!

    https://www.youtube.com/watch?v=1db_oPxUfJw&t=21s

  • 8Voyager 2 da NASA entra no espaço interestelar

    https://www.youtube.com/watch?v=D49U64peXV8&t=29s

  • Antoniana Ursine Krettli : A Malária e a importância das mulheres na ciência!

    https://www.youtube.com/watch?v=l1j6pWXA1Nk&t=124s

  • A descoberta dos elementos químicos ao longo dos últimos 300 anos!

    https://www.youtube.com/watch?v=DBN0JXq0dl0

  • Retrospectiva Facebook 2018 Helio Dias

    https://www.youtube.com/watch?v=n-ZWwM_KOSY

  • Mais artigos